Reconhecimento de padrões de transitividade em diferentes gêneros da linguagem

Resumo: Este projeto apresenta uma abordagem inovadora, que objetiva a sistematização de um modelo descritivo-metodológico capaz de distinguir as diversas configurações que as cláusulas dos tipos Material, Mental, Relacional, Verbal, Comportamental e Existencial assumem em contextos específicos de interação (HALLIDAY, 1994; HALLIDAY; MATTHIESSEN, 2004; 2013). Em estudos anteriores (DAMASCENO, 2016; DAMASCENO; RODRIGUES, 2017a, 2017b), selecionamos oito parâmetros descritivos, com vistas à identificação do modo como o sistema de transitividade se articula em textos pertencentes ao gênero notícia jornalística – cujo objetivo principal é o relato de acontecimentos, situando-os no tempo e no espaço. Os oito parâmetros descritivos foram selecionados com base nos seguintes critérios: (i) caracterização e diferenciação dos processos transitivos e intransitivos; (ii) identificação do número e da natureza dos participantes presentes na cláusula; (iii) diferenciação dos processos Materiais quanto aos quesitos concretude e abstração; (iv) caracterização das diversas faces que os processos de mudança podem assumir (ação, ação-processo e processo); (v) identificação dos papéis semânticos atribuídos à função sintática de sujeito das cláusulas; (vi) reconhecimento das formas de expressão do significado – congruentes, metafóricas ou metonímicas; (vii) identificação de alguns dos objetivos pragmático-discursivos das configurações clausais e (viii) identificação e caracterização dos termos que expandem os significados dos processos Materiais. O reconhecimento das configurações de transitividade nas notícias jornalísticas e a estimativa do grau de interdependência entre os parâmetros foram feitos por meio da análise da correlação simples e da Rede Neural de Mapas Auto-organizáveis – um tipo de inteligência artificial, até então não utilizado para o tratamento de dados com essa finalidade. Propondo-se a dar continuidade a esses estudos, este projeto caminha nos seguintes sentidos: (i) ampliar o número de dados, para melhor treinamento da Rede Neural; (ii) diversificar os textos quanto aos propósitos sociocomunicativos; (iii) incluir novos parâmetros na descrição dos dados; (iv) propor um modelo descritivo para análise da transitividade dos diferentes tipos de processo.

Data de início: 2018-05-11
Prazo (meses): 35

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Ana Carolina Luz da Silva
Aluno Mestrado Jhonathan Leno Reis França Santana
Aluno Mestrado Milena Lopes Daltio
Aluno Mestrado Jamilly Lorencini Carone
Aluno Mestrado Alfredo Evangelista dos Santos Neto

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910