Descrição de estruturas lexicais do português do Brasil para o processamento automático de linguagem natural: um estudo sobre os verbos psicológicos

Resumo: Este projeto tem como objetivo descrever estruturas lexicais do português do Brasil para contribuir na construção de recursos lingüísticos que podem ser utilizados no processamento automático da linguagem natural. A estrutura lingüística selecionada para esta pesquisa é a classe dos verbos psicológicos. A natureza desses verbos tem despertado interesse de muitos pesquisadores GROSS (1969), SUBIRATS (1987), CANÇADO (1995), NAVES&CARNEIRO (2012). A descrição que propomos se sustenta no conceito dado por OLIVEIRA (1979) e no método do Léxico-gramática GROSS (1975) que leva em conta a análise das propriedades sintáticas dos itens lexicais. A verificação das propriedades sintáticas e semânticas dos verbos psicológicos permite o reconhecimento dos sentidos das combinações desses itens com outros em contexto de uso e das restrições impostas pelo verbo. O resultado será apresentado, em forma de tabela, contendo as propriedades de cada verbo analisado por meio de uma codificação.

Data de início: 2012-07-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Aucione das Dores Smarsaro
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910