Mestrado em Estudos Linguísticos

Nível: Mestrado Acadêmico
Ano de início: 2006
Conceito atual na CAPES: 3
Recomendação: Homologado pelo CNE ( Port. MEC 1077, de 31/08/2012, DOU 03/09/2012, seç. 1, p. 25 )
Número de créditos para titulação em disciplinas: 26
Número de créditos para titulação pela conclusão da dissertação: 26
Número de créditos para titulação outros: 0
Periodicidade de seleção: Anual
Vagas por seleção: 20 (2010/1)

Perfil do profissional a ser formado:

O PPGEL procura debruçar-se sobre o desafio de discutir e assumir questões práticas e epistemológicas, que balizam, no contexto brasileiro, o posicionamento da Área de Letras e Linguística e de dar conta de diminuir as fronteiras territoriais, sociais, políticas e econômicas para promover atualização, capacitação e formação de professores que visam sempre, como todos nós professores, linguistas, pesquisadores que somos, a contribuir para a qualidade dos estudos sobre ensino-aprendizagem da língua, seja sob um enfoque textual, discursivo ou descritivo-analítico, que desdobram a área de concentração em Teorias e Análises Linguísticas. É, pois, a partir dessa visão que procuramos trabalhar na construção de uma formação sólida de perfil para o profissional formado neste Programa. É mister registrar que uma importante ampliação resultou da aprovação pelo Colegiado Acadêmico do Programa, em 2012, de uma nova linha de pesquisa, Linha Três (3), Linguística Aplicada, que lança um olhar interdisciplinar sobre objetos de dados de natureza linguística e discursiva, numa relação indissociável entre práticas sociais e práticas linguístico-discursivas. Assim, essa nova linha de pesquisa ajuda a fortalecer as duas linhas já existentes desde a criação do PPPGEL: a Linha Um (1): Estudos analítico-descritivos da linguagem, que contempla pesquisas e projetos referentes ao funcionamento da língua portuguesa em suas variedades de uso, no que diz respeito às suas unidades, níveis de constituição, relações, estruturas e formalizações; a Linha Dois (2), denominada Estudos sobre texto e discurso, que abrange uma diversidade de instrumentais teóricos e metodológicos no tratamento de questões relacionadas ao texto e ao discurso.
Dessa maneira, o PPGEL, durante esses nove anos de funcionamento, não mede esforços para investir, de forma constante, em busca da inovação, do incentivo de ações e de excelência na condução de investigações no âmbito da Linguística, procurando alcançar cada vez mais o caráter científico e acadêmico, não só em termos de exigências da grande Área de Letras e Linguística, mas também no que se refere à inserção do público local e regional, bem como o perfil desse público e a integração e a cooperação com outros Programas.
O PPGEL tem-se constituído como foco de pesquisa e formação de linguistas e professores de Linguística no Estado do Espírito Santo e região. Ao final de 2014, possui uma quantidade de noventa e seis (96) mestres e conta, atualmente, com quarenta e três (43) alunos regularmente matriculados, distribuídos de acordo com a disponibilidade de orientadores para oferta de vagas em cada processo seletivo (2013/1,2014/1, 2014/2) e de acordo com a aprovação pelo Colegiado Acadêmico do Programa. Em 2015, o PPGEL comemora nove (9) anos de pleno funcionamento, com a projeção do ingresso de vinte e três (23) alunos aprovados no Processo Seletivo de 2015/1.

Público alvo:

A partir de 2013, o colegiado do PPGEL ampliou a participação de alunos ingressantes no Programa permitindo a inscrição no processo de seleção do Mestrado Acadêmico do PPGEL portadores de diplomas de curso de graduação em Letras, devidamente reconhecido, e portadores de diplomas em áreas afins, desde que apresentem diplomas devidamente reconhecidos e pertençam a áreas aprovadas pelo Colegiado Entre essas áreas estão Comunicação Social, Filosofia, Direito, etc. Espera-se que o diálogo com outras áreas possa fomentar interfaces entre as diferentes possibilidades de pesquisa e investigação envolvidas no campo da descrição linguística, do texto, do discurso, do ensino e na inter-relação entre conhecimentos de Letras e de outras áreas do conhecimento que favoreçam uma perspectiva interdisciplinar e transdisciplinar.
Nesse sentido, essa interface entre alunos de Letras e áreas afins tem demonstrado um avanço para o PPGEL, já que novas pesquisas surgiram desse intercâmbio entre áreas, o que propiciou, principalmente nas disciplinas e nos seminários, trocas e debates numa vasta e rica reciprocidade de conhecimentos e de possibilidades de pesquisas. A partir de 2015, os alunos que entraram em 2013 defenderão suas dissertações e teremos uma noção mais apurada desse novo perfil de egresso e da consolidação de pesquisas que surgirão dessa interface e que, esperamos, surtirão efeitos em novos e diferentes horizontes acadêmicos da e na contemporaneidade.
Com o foco nas competências científica e técnico-profissional na área de linguagem, o PPGEL objetiva a formação de mestres com qualificação para atuar na docência no magistério superior e na pesquisa, na condução de investigações no âmbito da Linguística, integrando essas duas competências à percepção e interesse pelas questões sociais e educacionais da região em que se insere. Os mestres aqui formados desenvolvem a capacidade científica e profissional necessária para a atuação crítica docente e atuam hoje em vários níveis do ensino público e privado, tanto da língua materna quanto da língua estrangeira.
Ressalta-se que o PPGEL oferece o único curso de Mestrado Acadêmico na área de Linguística no Espírito Santo, quer em instituições públicas ou privadas e, com isso, atrai um número maior de estudantes não só da Grande Vitória, mas também das cidades do interior, do Sul da Bahia, do Norte fluminense e do leste do estado de Minas Gerais.
Vale a pena destacar a aprovação desses mestres formados pelo PPGEL em diversos concursos públicos nas esferas municipais, estaduais e federais. Destaque maior pode ser dado, ainda, à aprovação de alunos egressos do programa em concursos para cargos de professor efetivo de Linguística, Língua portuguesa e Língua estrangeira em instituições federais de ensino, como o IFES (Instituto Federal do Espírito Santo, campi de Vitória, Colatina, Piúma, Cachoeiro do Itapemirim e Cariacica), o IFF (Instituto Federal Fluminense, campus de Itaperuna-RJ), a UESC (Universidade Estadual de Santa Cruz, em Ilhéus-BA) e a Universidade Federal da Fronteira Sul.
Com um perfil de egresso que contempla diferentes áreas, é assaz relevante o papel do PPGEL que recebe alunos vindos de uma amplitude muito diferenciada de formação inicial em nível de graduação. Esse perfil é reconhecido não só no aluno que vem de outras áreas afins, mas também nos alunos que cursaram letras em outras IES.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910