CONSEQUÊNCIAS FONÉTICO-FONOLÓGICO DO CONTATO ENTRE O DIALETO VÊNETO E O PORTUGUÊS NO ESPÍRITO SANTO

Resumo: Esta pesquisa visa analisar as consequências do contato linguístico entre o português e a língua falada pela maioria dos imigrantes italianos chegados ao Espírito Santo. Especificamente, buscamos evidenciar as (ir)regularidades da substituição de traços fonético-fonológicos do vêneto pelos do português, nos aspectos em que os dois sistemas divergem: o fonema /r/, o ditongo nasal, as vogais nasais ou nasalizadas, a lateral em coda silábica e as oclusivas dentais diante de /i/. Também pretendemos analisar o papel das variáveis linguísticas e sociais nesse processo de substituição. Portanto, as teorias que nos embasam são a Fonologia e a Sociolinguística. Para alcançarmos nossos objetivos, serão analisados dados de fala obtidos por entrevistas sociolinguísticas com descendentes de imigrantes italianos de duas comunidades colonizadas por italianos, no século XIX: as zonas rurais de Alfredo Chaves e de Marechal Floriano. Os informantes estão classificados de acordo com a faixa etária – de 08 a 14, de 15 a 30, de 31 a 50 e acima de 50 anos –, escolaridade – até 04 anos, de 05 a 08 anos e acima de 08 anos de escolarização – e sexo/gênero – feminino e masculino –, com 02 informantes em cada célula.

Data de início: 2015-04-01
Prazo (meses): 18

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Beatriz Dona Peterle
Coordenador Edenize Ponzo Peres
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910